Newsletter da AFPLP
Se não conseguir ler este email, carregue aqui para abrir no seu browser.
Text
18 de dezembro de 2018
Text

Notícias da AFPLP

Text
Congresso

Pósteres no XIII Congresso Mundial de Farmacêuticos de Língua Portuguesa

No ano em que comemora 25 anos, a Associação de Farmacêuticos dos Países de Língua Portuguesa (AFPLP), promove o seu XIII Congresso Mundial de Farmacêuticos de Língua Portuguesa, com o tema "O Farmacêutico nos Sistemas de Saúde", que decorrerá na Ilha de Santiago, na Cidade da Praia, em Cabo Verde, entre os dias 3 e 5 de outubro de 2018.

No âmbito do Congresso, a AFPLP promove ainda um espaço para apresentação e discussão de Pósteres Técnico-Científicos da autoria de farmacêuticos dos vários países membros da AFPLP, nas suas diferentes áreas de intervenção profissional. O prazo para apresentação de candidaturas e submissão dos resumos à avaliação da Comissão científica termina a 18 de setembro.

Esta iniciativa tem como objetivo a divulgação de trabalhos técnico-científicos dos farmacêuticos dos vários países de língua portuguesa, nas diferentes áreas de intervenção profissional, que constituem uma mais-valia que a Associação de Farmacêuticos dos Países de Língua Portuguesa procura dinamizar na esfera das suas atividades.


Normas para submissão de Pósteres: aqui
Ficha de Identificação e Resumo de Póster: aqui
Text
Congresso

Novo site do XIII Congresso da AFPLP

Já está disponível o site oficial do XIII Congresso Mundial de Farmacêuticos de Língua Portuguesa, que decorrerá entre os dias 3 e 5 de outubro de 2018, na Cidade da Praia, em Cabo Verde, com o tema "O Farmacêutico nos Sistemas de Saúde". Visite-o já em www.afplp.org/congresso2018.

Neste site poderá consultar as informações relativas ao congresso, nomeadamente as sessões paralelas, as sessões plenárias, assim como informações relativas aos Pósteres Técnico-Científicos. Poderá também efetuar a sua inscrição no XIII Congresso Mundial da AFPLP através deste site, no menu “INSCRIÇÃO”.

Agarre esta oportunidade e participe neste evento de extremo relevo e importância para o desenvolvimento da Farmácia em Português!
Text

Notícias dos Membros

Text
PORTUGAL

Ordem dos Farmacêuticos de Portugal apresenta Nova Norma Geral sobre Preparação Individualizada da Medicação

A Direção Nacional da Ordem dos Farmacêuticos (OF) aprovou uma nova norma de orientação profissional sobre Preparação Individualizada da Medicação (PIM), um dos novos serviços farmacêuticos que podem ser prestados nas farmácias comunitárias, ao abrigo da Portaria n.° 97/2018, em vigor desde o início de maio. A versão final do documento resulta de um trabalho de normalização de procedimentos, que foi alvo de importantes contributos e comentários, durante o período em que esteve em Consulta Pública, visando orientar os farmacêuticos comunitários na prestação deste novo serviço, diferenciador e de inquestionável utilidade para os cidadãos que tomam múltiplos medicamentos.
Text
BRASIL

Conselho Federal de Farmácia do Brasil inicia publicação de referenciais mínimos para reconhecimento de cursos livres

O Conselho Federal de Farmácia (CFF) começou a publicar, no Portal da Transparência, os referenciais mínimos para o reconhecimento de cursos livres, sem caráter académico, para especialização profissional nas áreas de atuação do farmacêutico. As áreas de Análises Clínicas e de Estética tiveram os seus referenciais publicados no final do mês de julho, após aprovação, por unanimidade, pela 472° Reunião Plenária da entidade. Os próximos serão das áreas de Homeopatia e Farmácia Clínica. Os referenciais regulamentam o reconhecimento de cursos livres oferecidos por entidades distintas das que estão sob regulamentação do Ministério da Educação (MEC), como pós-graduações Lato e Stricto sensu.
Text
ANGOLA

Farmacêuticos angolanos pedem a criação de um Infarmed

A Ordem dos Farmacêuticos de Angola aponta a necessidade de o país ter um laboratório nacional para controlo da qualidade e um sistema de registo e homologação dos medicamentos, para garantir a segurança do mercado.

O posicionamento foi manifestado em julho, em Luanda, pelo bastonário da Ordem dos Farmacêuticos de Angola, Boaventura Moura, à margem de um encontro entre representantes do setor da saúde e do Governo angolano.

Na ocasião, o responsável debruçou-se sobre "melhorias e insuficiências" que o setor enfrenta, sustentando que aqueles equipamentos são "indispensáveis" para a formação farmacêutica.

"A classe farmacêutica do país tem estado a evoluir dia após dia, se ontem já fomos sete hoje somos 637. Temos de agradecer os esforços do Governo sobre a formação de alguns técnicos no exterior do país, agora precisamos trabalhar para melhorar a qualidade desta formação", disse o bastonário, em declarações aos jornalistas.
Text
CABO VERDE

Já é possível notificar efeitos indesejáveis e problemas de qualidade associados aos produtos cosméticos em Cabo Verde

No âmbito da implementação do regime jurídico aplicável aos produtos cosméticos (RJAPC), estabelecido pelo Decreto-lei n° 21/2016, de 31 de março, a Agência de Regulação e Supervisão dos Produtos Farmacêuticos e Alimentares (ARFA), desenvolveu um formulário de notificação de efeitos indesejáveis e problemas de qualidade associados aos produtos cosméticos.

A legislação nacional determina que a Pessoa Responsável pela colocação desses produtos no mercado (operador económico) acompanhe e relate todos os problemas relacionados aos produtos cosméticos. Entretanto, a segurança desses produtos depende também dos consumidores que deverão notificar imediatamente qualquer efeito indesejável e/ou problema de qualidade decorrente da utilização dos mesmos.

Os consumidores poderão notificar à ARFA sempre que desenvolverem erupções cutâneas, vermelhidões, queimaduras, queda de cabelo, cefaleia, qualquer processo infecioso ou doença, no decorrer da utilização de um produto cosmético; ou ainda, detetarem mau cheiro, mudança de cor, sinais de contaminação ou a presença de material estranho num produto cosmético.
Text

Notícias Farmacêuticas

Text
PORTUGAL

Luta contra o VIH em Portugal

Portugal está entre o restrito grupo de países europeus com mais pessoas com vírus da imunodeficiência humana (VIH) diagnosticadas e com mais doentes em tratamento que deixaram de transmitir a infeção, revelou o responsável da Organização Mundial da Saúde (OMS) Masoud Dara.

A afirmação foi feita no dia 4 de julho, pelo Coordenador do Programa de Doenças Transmissíveis da OMS, à margem de reunião com o Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, no sentido de ficar a conhecer mais aprofundadamente a realidade nacional no que toca ao combate ao VIH e aos resultados alcançados nesta matéria por Portugal.

O encontro contou também com a participação do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, e da Diretora do Programa Nacional para a Infeção VIH/Sida, Isabel Aldir.
Text
BRASIL

Brasil dá os primeiros passos na produção de radiofármacos

O Governo Federal deu o primeiro passo para a construção do Reator Multipropósito Brasileiro (RMB), empreendimento capaz de produzir radiofármacos utilizados no tratamento de doenças como o cancro.

A iniciativa contribuirá para o fim da dependência externa de radioisótopos e para o fornecimento de radiofármacos ao SUS (Sistema Único de Saúde) a preço de custo. A pedra fundamental da obra foi lançada sexta-feira, dia 8 de junho, em Iperó (São Paulo), pelo presidente da República Michel Temer. O ministro da Saúde, Gilberto Occhi participou no evento e reafirmou que o investimento de R$ 750 milhões está previsto no orçamento da Pasta.
Text
CABO VERDE

ARFA submete à consulta pública a proposta de revisão do diploma que estabelece o regime de preços dos medicamentos de uso humano e o regulamento do processo de fixação de preços de medicamentos

A Agência de Regulação e Supervisão dos Produtos Farmacêuticos e Alimentares (ARFA), em conformidade com os seus Estatutos e no cumprimento do seu papel de regulação e monitorização do mercado de medicamentos e produtos farmacêuticos, concebeu a proposta de revisão do diploma que estabelece o regime de preços dos medicamentos de uso humano e respetiva monitorização e revisão, bem como a fixação de categorias a que os mesmos devem obedecer, o Decreto-Lei n° 22/2009, de 06 de julho, e a proposta de Regulamento do Processo de Fixação de Preços de Medicamentos.

Estas propostas vêm na sequência da realização de consultas técnica e pública realizadas até o momento, das recomendações emitidas pelo estudo de avaliação do impacto económico da proposta de revisão promovido pela ARFA, juntamente com os contributos recebidos na reunião de apresentação dos resultados do estudo, e pretendem corrigir um conjunto de fragilidades e lacunas que vem condicionando a boa implementação da regulação económica dos preços dos medicamentos em Cabo Verde.

Text
SÃO TOMÉ E PRíNCIPE

Portugal oferece medicamentos aos hospitais de São Tomé

A cooperação portuguesa entregou no passado dia 14 de agosto ao Ministério da Saúde de São Tomé um lote de medicamentos e consumíveis avaliado em cerca de 40 mil euros, indicou fonte oficial.

Esses medicamentos foram entregues no quadro do projeto Saúde para Todos e somam-se a outro lote já recebido, no âmbito de um apoio anual que totaliza mais de 78 mil euros. Fonte hospitalar disse aos jornalistas que, nos últimos meses, o principal hospital do país, Aires de Menezes, "tem-se confrontado com carências de medicamentos diversos".
Text
MOÇAMBIQUE

Relatório aponta que doenças não transmissíveis são ameaça ao desenvolvimento de Moçambique

As doenças não transmissíveis (DNT) representam um terço das doenças em Moçambique e são uma ameaça ao desenvolvimento, refere o Relatório Nacional de 2018 sobre Doenças Crónicas e Não Transmissíveis publicado em junho pelo Ministério da Saúde (MISAU).

Segundo o relatório, que se baseia em estudos nacionais e internacionais, mais de metade dos anos perdidos por incapacidades provocadas por doenças não transmissíveis em Moçambique ocorre antes dos 40 anos.
Text
BRASIL

Segurança do paciente é tema de Fórum em Belo Horizonte

“Se os hospitais não sabem, ao certo, a diferença entre erros com medicação e reações adversas; se não temos dados sobre indicadores de resultado; se ainda temos problemas com embalagens semelhantes de medicamentos, como vamos cumprir o desafio de reduzir, em 50%, os danos provocados por erros com medicamentos?” – Foi com essa questão que o farmacêutico Mário Borges, Presidente do ISMP Brasil, deu início ao VI Fórum Internacional sobre Segurança do Paciente, no passado dia 3 de agosto, em Belo Horizonte/Minas Gerais. Ao final da abertura, o mesmo completou, “por ser a realidade desafiadora é que precisamos agir e por isso estamos aqui, para discutir ações práticas, com metas específicas de promoção da segurança do paciente na sua relação com o medicamento”, disse.
Text
CABO VERDE

1° reunião da Comissão Nacional de Farmacovigilância de Cabo Verde

A Agência de Regulação e Supervisão dos Produtos Farmacêuticos e Alimentares (ARFA) acolheu a 1° reunião da Comissão Nacional de Farmacovigilância do Sistema Nacional de Farmacovigilância (SNF).

Realizada no dia 13 de junho de 2018, a reunião contou com a participação dos membros da Comissão, empossados no dia 18 de outubro de 2017, designadamente os representantes da ARFA que a presidem, do Ministério da Saúde e da Segurança Social com um membro para as Políticas de Saúde e um membro para as Políticas da área do Medicamento, e ainda com os representantes dos Hospitais Centrais (Hospital Agostinho Neto), dos Gestores de Riscos, da Ordem dos Médicos Cabo-Verdianos e da Ordem dos Farmacêuticos de Cabo Verde.
Rua Marechal Saldanha, 1
1249-069 Lisboa
Portugal
Text
Tel: + 351 213 400 635
E-mail: geral@afplp.org
Text